OLMA lança duas coleções de leituras sobre questões étnico-raciais e inter-religiosidade

 O Observatório Nacional de Justiça Socioambiental Luciano Mendes de Almeida (OLMA) lançou virtualmente duas séries de publicações socioambientais  no final de novembro e início de dezembro.   Uma buscando apoiar o fortalecimento, compreensão e promoção da diversidade cultural dos povos e comunidades tradicionais no Brasil e outra  criada enquanto publicações pedagógicas para pensar sobre o diálogo inter-religioso e a educação para as relações étnico-raciais.

Das obras, foi apresentada a continuação da Série Saberes Tradicionais:

Volume 4: A capoeira Joga com a Dureza da Vida –  Resgata a ancestralidade da capoeira para lidar com as questões de preconceitos, como a capoeira pode ser importante na construção de conexões multidisciplinares e produção de ideias; 

Volume 5: Pintando a Psicologia de Jenipapo e Urucum – Conta a subjetividade indígena e a importância da representatividade dos mesmos em busca de transformações sociais, políticas, afim de quebrar barreiras;

Volume 6 – “A Escrevivência e os Indicadores de Bem-estar para Povos Tradicionais – mostra a necessidade de construção de indicadores de bem estar para povos tradicionais específicos de matriz africana, e a resistência desses povos em busca do fortalecimento de identidade ancestral de povos de religiões. 

Esses livros são resultados de um compromisso assumido pelo OLMA  junto a lideranças de povos tradicionais e originários do Brasil ao longo das diversas edições da Semana de Estudos Amazônicos (SEMEA), quando estes denunciavam a não abertura do mercado editorial para a publicação de suas obras e  saberes.

Também foram lançadas as Cartilhas Pedagógicas volumes 1- Indicadores de Bem-estar para Povos Tradicionais; 2 – Candomblé; 3 – Diálogo Inter-religioso; e  4 – A evangelização e o povo negro. Tratam de  temáticas étnico-raciais e inter-religiosas na construção de reflexões, sob a perspectiva da Ecologia Integral e Justiça Socioambiental, sobre  diversidade religiosa, racial, cultural e bem viver de povos tradicionais.  

A coletânea faz parte de uma produção do Olma, Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas, Pastoral afro-brasileira, Unisinos, Observatório Transdisciplinar das Religiões no Recife, Universidade Federal do Paraná, Núcleo de Arte e Educação, Artes Licenciatura e Gilda Linguagem, Diferença e Subjetivação. 

Os vídeos de lançamentos das séries estão disponíveis nos links abaixo, confira:

Série Saberes Tradicionais

Série Cartilhas Pedagógicas